sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Leonardo Boff tem razão

“Enquanto cantamos e dançamos de olhos fechados têm gente morrendo de fome por todos os lados” 
João Alexandre








Últimas notícias do Creio
COMENTÁRIO DO PASTOR ELSON  POSTADO NO SITE DO CREIO
TEOLOGIA




    Em entrevista ao jornalista Kennedy Alencar no programa “É Notícia”, exibido pela Rede TV! na madrugada desta segunda-feira, o teólogo Leonardo Boff falou sobre celibato, existência de Deus e criticou as igrejas midiáticas, católicas ou evangélicas.
    “Eles continuamente pecam contra o segundo mandamento, que é usar o santo nome de Deus em vão e apresentam um cristianismo que é um pequeno Lexotan para acalmar as pessoas”, diz o estudioso.
    Boff foi sacerdote da Igreja Católica e ajudou a consolidar a Teologia da Libertação no país – que em suma define a pobreza como um pecado e promove um engajamento social na construção de uma sociedade mais justa e solidária. Seus questionamentos a respeito da hierarquia católica, expressos no livro “Igreja, Carisma e Poder” foi alvo de um processo na Congregação para a Doutrina da Fé, sob a direção de Joseph Ratzinger, hoje o Papa Bento XVI e que culminou em sua saída da Igreja.


Sou pastor evangélico e concordo com Boff. A igreja brasileira usa o nome de Deus não para engrandecê-lo, mas para engrandecimento das instituições “evangélicas”. Paulo disse que o evangelho é poder, mas ele não disse que as pessoas seriam poderosas. As igrejas brasileiras entorpecem seus fieis com promessas de viver o céu na terra, “êxtase” (do grego: ek-stasis) significa dar um passo para fora de si mesmo.
 Viver fora de si é o mesmo que viver longe dos outros; dos problemas dos outros. Leonardo Boff define a pobreza como um pecado cometido pela sociedade e a igreja, é um pecado de injustiça. Êxtase: “viver para fora de si mesmo” e fugir dos fatos. Viver a fantasia do “Lexotan gospel”, não nos fará ver a realidade.
Enquanto a igreja não deixar de olhar para seu próprio narcisismo teológico, a injustiça vai imperar; não é esta a teologia de Cristo. Só para refrescar a memória dos entorpecidos com o “Lexotan gospel”: “Porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber; Sendo estrangeiro, não me recolhestes; estando nu, não me vestistes; ...”
Permita-me parafrasear.
Muitos dirão: “Senhor no êxtase, fora de mim mesmo expulsei demônios e até curei os enfermos. Como fica? Como você estava fora de si e o meu evangelho não fez ninho em teu coração, só ficou do lado de fora, (fora de si) então você vai continuar fora  de si , fora do céu e longe de mim”! Jesus só conheço quem está em si mesmo, ele habita dentro de nós, enquanto estamos em nós. Ele quer nos tirar deste êxtase “Lexotan gospel”
O evangelho de Cristo manda que cada um examine-se a si mesmo e não fique “fora de si”. O evangelho de Cristo é primeiramente para dentro.
Elson Medeiros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário