sábado, 8 de outubro de 2011

Missões: Seria Deus um ditador?

Ide se quiser

Seria Deus um ditador que exige que seus escravos façam coisas que não queiram? 



Em toda a Bíblia sempre temos uma escolha: “Hoje lhes proponho a vida ou a morte; escolhe a vida para que vivas”.  Nesta passagem Deus propõe e indica uma escolha, mas não  é imperativo.

Outro exemplo: Ec 11.9 Jovem, rejubila-te na tua adolescência, e, enquanto ainda és jovem, entrega teu coração à alegria. Anda nos caminhos de teu coração e segundo os olhares de teus olhos, mas fica sabendo que de tudo isso Deus te fará prestar conta.

Esta passagem é muito interessante, talvez seja o versículo que mais sustenta o livre arbítrio no Antigo Testamento, “mas fica sabendo que de tudo isso Deus te fará prestar conta”.

Em tudo temos uma escolha e seremos responsáveis por esta escolha, mas MISSÕES não é uma escolha, não é Ide se quiser. Apenas “IDE”.

Frases com o verbo “ir” conjugado [ide] estão no Imperativo afirmativo.

Não é uma imposição pesada ou imposta como uma obrigação sem escolha?

Seria Deus um ditador que exige que seus escravos façam coisas que não queiram?

Não! Absolutamente não, ser testemunha de Cristo é uma conseqüência do amor que temos por Ele e Dele por nós. “Ir” por ele é um resultado do Cristo que vive em nós.

Se Ele está em nós o IDE é ir com Ele, para Ele. O Ide é imperativo porque já está no DNA do verdadeiro cristão. 

Seria como se um pai dissesse a seu filho pequeno: “Vai brincar no parque com seus coleguinhas”.  Este “vai” é Imperativo afirmativo. Mas quem não iria?
Elson Medeiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário