quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

A ARTE DE CALAR


A ARTE DE CALAR

"Põe guarda Senhor, à minha boca; vigia a porta dos meus lábios." (Salmo 141)



O silêncio é um momento vivificante de graça, em que a criatura se cala, mas o espírito fala.
Calar sobre sua própria pessoa, é humildade.
Calar sobre os defeitos dos outros, é caridade.
Calar quando a gente está sofrendo, é heroísmo.
Calar diante do sofrimento alheio, é covardia.
Calar diante da injustiça, é fraqueza.
Calar quando o outro está falando, é delicadeza.
Calar quando o outro espera uma palavra, é omissão.
Calar quando não há necessidade de falar, é prudência.
Calar quando DEUS nos fala no coração é sensibilidade de espírito.
Calar, diante do mistério que não entendemos, é sabedoria.
Tenha cuidado. Fale somente o que é bom. Quando não puder falar o que é bom, cale-se. Ter a fala disciplinada é conquistar segurança e grandeza de espírito. Só ouvimos a voz de Deus quando estamos em silêncio
Aprenda a falar com Jesus em seu coração, e em sua mente Ele se manifestará.

Autor desconhecido

Um comentário:

  1. que bom seria se pudéssemos seguir alguns desses sábios pensamantos!

    ResponderExcluir