quinta-feira, 7 de junho de 2012

Compreendendo o tempo em que vivemos


“Compreendendo o tempo em que vivemos”
                                                                                   
          “Façam isso, compreendendo o tempo em que vivemos. Chegou a hora de vocês despertarem do sono, porque agora a nossa salvação está mais próxima do que quando cremos” (Rm 13:11 NVI)
         “E dos filhos de Issacar, duzentos de seus chefes, destros na ciência dos tempos, para saberem o que Israel devia fazer, e todos os seus irmãos seguiam suas ordens”. 1 Crônicas 12:32
       Sobrevirão Tempos Difíceis. Ao preparar os discípulos  para pregar o evangelho, Jesus diz das dificuldades  que fariam parte  da vida cristã ( Mateus 10:16-23).
          O que fazer quando tudo parece tão confuso? O que Jesus ou Paulo diria sobre os dias em que estamos vivendo? Paulo adverte  Timóteo, a fim de prepará-lo para lidar com os tempos difíceis(2Timóteo 3:1-17 )
        Vivemos em um território hostil governado pelo "deus deste século"; poder, dinheiro, fama, celebridades, egocentrismo, pluralismos cultural e religioso; economia sem ética, religião sem misericórdia, prazer sem caráter, entre outras mazelas.
           No entanto, nossa maior decepção não é com os escândalos do mundo, mas com os da própria igreja,  que foi colocada como coluna da verdade, o fiel da balança, o modelo ético e moral para o mundo. Onde vamos parar?
         Estamos testemunhando uma “igreja paralela”, apostatada, mercantilista e centralizada no homem. Uma “igreja” que envergonha o reino de Deus e descompromissada com a missiologia Bíblica.  Ou seja, nada a ver com o modelo de Igreja ensinado pelos apóstolos, cujo centro é Cristo.
       Paulo fala de pessoas que Timóteo  teria que lidar;  homens que rejeitariam a verdade de Deus para seguirem seus próprios desejos - amantes de si mesmo. Isto é uma realidade triste em nossos dias.
      A insatisfação humana é fruto de não se completarem em Cristo. Cristo é o inicio, meio e o fim de todas as coisas, nele estão centradas todas as coisas. Não se enganem, Deus não se deixa escarnecer e  não divide sua glória com ninguém.
       E a igreja? Qual o seu papel neste caos? A verdadeira igreja de Cristo é imaculada, é o corpo de Cristo na terra. Ela tem o papel de fazer a diferença. Ser sal. 
      Quero ser parte de uma igreja que não se vende; que não troca o voto por cimento; que não engana o povo de Deus; que não barganha com políticos corruptos e corruptores; que não aceita cargos em pleitos eleitorais.   Sejamos fiéis à palavra de Deus, custe o que custar! 
Pastor Elson Medeiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário